Idosa é encontrada morta com várias marcas no pescoço; marido é suspeito

A suspeita de que tenha sido um feminicídio. O caso ocorreu no bairro Dirceu Arcoverde, zona Sudeste de Teresina.

Idosa é achada morta com várias escoriações no pescoço; marido é suspeito | Matheus Oliveira
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Uma idosa de 68 anos, identificada como Maria de Fátima Alves Nascimento, foi encontrada morta na manhã desta sexta-feira (09), em cima da própria cama com várias escoriações no pescoço. Segundo o Cabo Gilson, da Polícia Militar, os vizinhos estranharam o estado e as características de como a idosa estava. A suspeita de que tenha sido um feminicídio. O caso ocorreu no bairro Dirceu Arcoverde, zona Sudeste de Teresina.  

Ao repórter Matheus Oliveira, da Rede Meio Norte, o esposo de Maria de Fátima relatou que na noite anterior teve contato com ela, e que ambos dormiram juntos. Questionado sobre a relação dos dois, Antônio de Pádua disse que eram um casal tranquilo e que não havia discussão, e que a idosa tinha pressão alta.

“Encontrei ela morta, o relacionamento era tranquilo, nós vivíamos no mar de rosas. Nunca discuti com ela, nunca fiz nada com ela. Tive contato com ela ontem à noite, dormimos juntos. Morava só nós. Ela tinha pressão alta”, relata o idoso de 68 anos.

O caso ocorreu no bairro Dirceu Arcoverde, zona Sudeste de Teresina | Foto: Matheus OliveiraDe acordo com relatos de vizinhos, o corpo de Maria de Fátima estava estranho, em estado diferente. O Cabo Gilson citou que no corpo foram encontradas várias escoriações na região do pescoço. Ao flagrarem a cena, os vizinhos acionaram a Polícia Militar, que fizeram os primeiros levantamentos.

“Chegou a nós essa informação de que o corpo dessa senhora foi encontrado pelo companheiro nas primeiras horas da manhã, já falecida na cama dela. Os vizinhos estranharam o estado, as características como ela se encontrava, já bem dura e com algumas escoriações na região do pescoço. Foi quando eles chamaram a Polícia Militar, onde constatamos que a senhora estava morta. Então chamamos a Polícia Civil e a Perícia para verificar”, explica o Cabo Gilson.

O caso será investigado pela Polícia Civil a fim de descobrir a causa da morte, e se há suspeitas de que tenha sido um feminicídio. O marido dela, Antônio de Pádua, será ouvido pelos agentes para esclarecer mais detalhes, e saber se de fato, na noite anterior a idosa ainda estava viva.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES