Médica piauiense morre aos 37 anos por colestase gestacional em Fortaleza

Médica piauiense Luma Elis Bezerra Teixeira morre aos 37 anos vítima de colestase gestacional após aguardar transplante de fígado em Fortaleza.

Avalie a matéria:
Luma Elis Bezerra Teixeira | FOTO: Redes Sociais

Morreu na noite desta segunda-feira (3) a médica piauiense Luma Elis Bezerra Teixeira, de 37 anos, vítima de colestase gestacional. Ela estava internada no Hospital São Camilo em Fortaleza (CE), aguardando um transplante de fígado quando teve a morte confirmada.

QUEM ERA LUMA TEIXEIRA?

  • Luma filha do casal Luzia Sousa e Marcelino José de Sousa, ex-presidente da ABBB de Jaicós;
  • Era casada com o dentista Aderson Vinícius, com quem teve dois filhos, um jovem de 18 anos e uma menina, de 4;
  • A médica era muito conhecida e querida em Jaicós e Picos, cidades onde atuava.

Luma Elis Bezerra Teixeira | FOTO: Redes Sociais

O QUE OCORREU?

A reportagem do MeioNews apurou que recentemente Luma Teixeira começou a sentir-se mal e foi internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de um hospital em Teresina (PI), onde teve o diagnóstico da colestase confirmado. 

Posteriormente, a médica foi transferida em uma UTI Aérea para o Hospital São Camilo em Fortaleza (CE), onde aguardava um transplante de fígado. No entanto, ela não resistiu e faleceu nesta segunda-feira (3). Luma estava grávida de 16 semanas do terceiro filho. 

Em nota, a Prefeitura de Jaicós, manifestou “as mais sinceras condolências aos familiares, parentes e amigos da médica” e lembrou que “Luma sempre foi uma profissional exemplar e dedicada que deixou um legado inestimável. Sua morte prematura representa uma grande perda para o serviço público”. 

“Neste momento de extrema dor, onde as palavras me faltam, peço a Deus que com toda a Sua misericórdia dê o conforto necessário à família”, lamentou o prefeito de Jaicós, Nenen de Edite, que decretou luto oficial de três dias no município. 

Nota da prefeitura de Jaicós sobre morte da médica Luma Elis Bezerra Teixeira | FOTO: Redes Sociais

O QUE É COLESTASE GESTACIONAL?

A colestase da gravidez é caracterizada por uma diminuição do fluxo biliar. Ou seja, as substâncias produzidas pelo fígado acabam permanecendo mais tempo que o normal no organismo. Depositados na pele, esses ácidos biliares causam prurido. Na placenta, podem provocar parto prematuro e falta de oxigenação no bebê.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES