PEC reduz carga horária para servidores e militares com filhos com deficiência

O policial militar Rafael Vitor Macedo Almeida é pai de criança autista e comemora a aprovação da proposta

PEC reduz carga horária para servidores e militares com filhos com deficiência | Ascom
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

A Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) aprovou, na sessão plenária dessa terça-feira (2), a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 01/2024, que, entre outras alterações na Constituição Estadual, muda o parágrafo 3º do inciso XVII do art. 54 para assegurar que os servidores públicos estaduais, municipais e militares estaduais que têm filhos com deficiências tenham carga horária reduzida pela metade.

A PEC, de autoria do presidente do Legislativo, deputado estadual Franzé Silva (PT), será, agora, promulgada pela Assembleia. “É uma questão de respeito, de justiça e sensibilidade. Os pais e mães de crianças com deficiência sabem como é difícil conciliar suas atividades profissionais com os deveres de cuidar dos filhos e da família. Portanto, nossa proposta vem para corrigir esse problema”, pontua.

O policial militar Rafael Vitor Macedo Almeida é pai de criança autista e comemora a aprovação da proposta. “É uma PEC muito importante, pois nós temos a necessidade de acompanhar os nossos filhos. Eu sou militar, pai de uma criança autista e, com a redução da carga horária, eu vou poder acompanhar meu filho no tratamento, nas terapias, dar mais atenção a ele. Com a redução da carga horária, vamos poder dar uma atenção a mais”.

A Proposta também altera na Constituição a terminologia “pessoa portadora de deficiência” para “pessoa com deficiência” – uma vez que aquele termo passou a ser rechaçado com o argumento de que as pessoas não portam deficiência, pois, conforme o projeto, “a deficiência não é um objeto que pode ser retirado e colocado”. O termo novo, pessoa com deficiência, foi adotado em 2006 pela Organização das Nações Unidas (ONU).



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES