Piauí negocia R$ 164,6 milhões em dívidas na Faixa 1 do Desenrola

O programa beneficiou 15 milhões de pessoas, reduzindo a inadimplência entre a população mais vulnerável.

Avalie a matéria:
Pessoa acessando o Desenrola. | Reprodução

Mais de 38 mil piauienses foram beneficiados com Desenrola, programa do Governo Federal lançado em julho de 2023 para auxiliar na renegociação de dívidas. No Piauí, as negociações na Faixa, direcionada a pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico, envolveram um valor original de R$ 164,6 milhões em dívidas.

DADOs no estado

Segundo o governo, o valor de mais de R$ 100 milhões é considerando-se apenas as operações realizadas por meio do site do Desenrola (desenrola.gov.br), sem contar os dados de canais dos parceiros — como Serasa, Itaú, Santander, Caixa. O Piauí contabilizou 38.011 negociações. 

Com 33.334 CPFs registrados, o Desenrola no estado resultou em 64.841 contratos revistos. A partir das negociações, o total caiu para R$ 28,6 milhões, dos quais R$ 3,6 milhões foram pagos à vista e o restante (R$ 24,9 milhões) foi acordado de forma parcelada. O Piauí foi a 20ª estado com maior número de contratos negociados na Faixa 1 no programa.

DESENROLA 

O programa foi lançado pelo Governo Federal em julho de 2023 para combater a crise de inadimplência que se abateu sobre o país em função da pandemia de covid-19. Iniciada em outubro de 2023, a Faixa 1 contemplou pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico.

O Desenrola beneficiou 15 milhões de pessoas com a negociação de R$ 53 bilhões em dívidas e reduziu a inadimplência entre a população que mais precisa de apoio. A Faixa 1 teve adesão de cinco milhões de pessoas com a negociação de mais de R$ 25 bilhões em débitos. O programa foi encerrado em 20 de maio.

“O programa foi um verdadeiro sucesso, por diminuir o endividamento da população mais vulnerável e reduzir o ritmo de crescimento da inadimplência como um todo. Além disso, precisou de aporte relativamente baixo do governo: R$ 1,7 bilhão dado como garantia caso as pessoas não paguem o refinanciamento”, afirmou o secretário de Reformas Econômicas do Ministério da Fazenda, Marcos Barbosa Pinto. “Para cada R$ 1 investido no Desenrola, foram negociados R$ 25 em dívidas atrasadas. Isso beneficiou mais de 600 credores com valores que, em muitos casos, eles já davam como perdidos. Tudo isso favoreceu a economia brasileira como um todo”.

Os estados onde mais pessoas foram beneficiadas pelo programa na Faixa 1 foram São Paulo (25,3% do total), Rio de Janeiro (11,3%) e Minas Gerais (8,6%).



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES