Rafael Fonteles assina acordos com a Comunidade Intermunicipal de Portugal

Os acordos contemplam as áreas de gestão, educação, economia, turismo, cultura, tecnologia, mar e pesca e desenvolvimento sustentável

Avalie a matéria:
Governador assina acordos com a Comunidade Intermunicipal de Portugal - Foto: Ccom | Ascom

Nesta segunda-feira (24), o governador Rafael Fonteles firmou importantes acordos de cooperação com a Comunidade Intermunicipal do Oeste de Portugal (Oeste CIM), que abrange 12 municípios portugueses. Os objetivos desses acordos são promover e fortalecer as relações entre o estado do Piauí e Portugal em diversas áreas estratégicas, como gestão, educação, economia, turismo, cultura, tecnologia, mar e pesca, energias renováveis e desenvolvimento sustentável. Essa parceria busca impulsionar o intercâmbio de conhecimentos e o desenvolvimento mútuo, abrindo caminhos para um futuro mais próspero e sustentável para ambas as regiões. 

No primeiro acordo ficou estabelecido que o Piauí e a Oeste CIM devem incentivar a cooperação econômica, facilitando o comércio e investimentos; promover intercâmbios e programas de turismo; fomentar trocas culturais; compartilhar conhecimentos e experiências voltadas à transformação digital; colaborar com o desenvolvimento sustentável e discutir a implementação de políticas públicas. 

O governador destacou a importância da parceria. “A cooperação é fundamental para o desenvolvimento de diversas áreas, especialmente as de transição energética, governo digital e economia do mar. Acreditamos que essa parceria vai gerar bons frutos ao Piauí, pois são setores valorizados tanto por nós quanto pelos portugueses”, disse. 

Governador assina acordos com a Comunidade Intermunicipal de Portugal - Foto: Ccom

No âmbito do segundo acordo, em parceria com o Centro de Formação Profissional das Pescas e do Mar de Portugal (For-Mar), será fortalecido o trabalho conjunto na Escola do Mar, localizada em Luís Correia. Essa instituição oferecerá cursos técnicos e profissionalizantes voltados para o desenvolvimento da economia do mar. A cooperação tem como principais objetivos impulsionar a educação profissional e tecnológica nesse setor, fomentar pesquisas científicas e incentivar o empreendedorismo na área marítima. Além disso, busca-se promover a qualificação da mão de obra voltada para o Porto, contribuindo para o crescimento sustentável e o progresso da região.

Segundo o secretário de Educação, Washington Bandeira, a Escola do Mar, grande beneficiada com a parceria, tem previsão de inauguração para o início de 2024. “Teremos a primeira escola de referência em economia do mar no Piauí. Por si só, ela já será fundamental para a região, mas terá o seu trabalho potencializado ainda mais com essa parceria que assinamos. Teremos acesso a toda a inteligência, tecnologia e experiências da For-Mar para a execução dos cursos e qualificação dos nossos professores”, explicou o secretário.

Governador assina acordos com a Comunidade Intermunicipal de Portugal - Foto: Ccom

Um Memorando de Entendimento (MoU) também foi assinado, desta vez, em parceria com o Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) da Universidade de Lisboa. O acordo busca criar um ecossistema de desenvolvimento econômico, social, cultural e ambiental, impulsionado pela dupla transição verde e digital. A partir de metodologias inovadoras, o MoU quer assegurar a qualidade de vida e bem-estar dos cidadãos ao mesmo tempo em que promove uma economia descarbonizada.

De acordo com o presidente da Comunidade Intermunicipal do Oeste de Portugal, Pedro Folgado, a cooperação firmada busca a troca de experiências. “Há muitas informações que podemos compartilhar e projetos a desenvolver em conjunto com o Piauí. Todos têm a ganhar com esses acordos, onde a nossa prioridade é melhorar a vida dos nossos cidadãos”, finalizou o gestor.

(Com informações do Governo do Estado)

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES