Seduc-PI e o CBM coordenam curso para formação de Brigada de Incêndio

Governo do Estado do Piauí planeja ações para combater os incêndios no território.

Avalie a matéria:
Seduc-PI e o CBM alinham curso para formação de Brigada de Incêndio. | Divulgação

Houve uma reunião entre o superintendente de Educação Técnica e Profissional e Educação de Jovens e Adultos (Suetpeja) da Seduc, Paulo Henrique Pinheiro, reunido com o comandante geral do Corpo de Bombeiros, Cel. José Rego, para finalização do projeto de formação de Brigadista, nesta quarta-feira (17).

Diante do aumento alarmante de queimadas em 2022, o Governo do Estado do Piauí planeja ações para combater os incêndios no território. Uma dessas ações envolve o aumento do número de brigadistas formados pela Seduc-PI em parceria com a SSP e o Corpo de Bombeiros (CBM).

Segundo a Mediação Tecnológica, a formação terá como público-alvo os estudantes matriculados na 7ª etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA) na Rede Pública Estadual, na capital e interior, com o intuito de preparar os membros para a prática de combate a incêndio, primeiros socorros e em situações de riscos.

“Temos dados que corroboram a tendência do aumento de incêndios no Piauí e, alinhado à proposta do governador Rafael Fonteles que demandou ações preventivas à SSP, estamos finalizando um curso em que a Seduc entra com o projeto pedagógico e o Canal Educação, enquanto o Corpo de Bombeiros traz a expertise formativa dos instrutores para a formação de Brigadistas”.

O curso 

De acordo com o superintendente de Educação, durante o curso, os participantes receberão conhecimentos teóricos e práticos sobre procedimentos de emergência, incluindo evacuação de ambientes, primeiros socorros e combate a incêndios. Ao final, eles receberão uma certificação conjunta emitida pela Seduc, SSP e Corpo de Bombeiros.

“Após esta fase de estudo temos a perspectiva de ofertar os cursos no mês de junho para as primeiras turmas. A princípio serão contemplados os municípios de Teresina, Parnaíba, Piripiri, São Raimundo Nonato, Picos, Floriano e Oeiras”, adiantou Paulo Henrique.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES