Adolescente de 16 anos é morta e enterrada pelo namorado em sítio

Rapaz de 25 anos foi preso em flagrante. À polícia, ele contou que matou a namorada porque suspeitou de traição por parte dela.

Avalie a matéria:
afaela Ramos da Silva, de 16 anos, foi encontrada morta | Foto: Arquivo pessoal
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Na noite de quarta-feira (15), uma jovem de 16 anos foi descoberta morta e enterrada no quintal de um sítio em Caraguatatuba, no Litoral Norte de São Paulo. O namorado da vítima foi detido e admitiu às autoridades ter cometido o crime por suspeitar que estava sendo traído pela estudante, conforme registrado no Boletim de Ocorrência.

ESTUDANTE ESTAVA DESAPARECIDA HÁ TRÊS DIAS

A prisão do acusado, de 25 anos, aconteceu por volta das 20h30 desta quarta-feira, na estrada Abra de Dentro, no bairro Pegorelli. Rafaela Ramos da Silva era estudante e estava desaparecida há pelo menos três dias. Conforme a Polícia Militar, no momento do desaparecimento, ela estava acompanhada pelo acusado. À polícia, o acusado confessou que enforcou e sufocou a adolescente com um travesseiro na madrugada de segunda-feira.

SOBRE A PRISÃO

A polícia foi alertada sobre um possível caso de feminicídio em um sítio na estrada Abra de Dentro, no bairro Pegorelli, em Caraguatatuba (SP). Segundo a denúncia, o suspeito do crime frequentava locais de venda de drogas na região. Os policiais foram ao local indicado e encontraram três indivíduos em comportamento suspeito.

Durante a abordagem, dois dos homens conseguiram escapar, enquanto um foi interceptado pelos policiais. Conforme registrado no boletim de ocorrência, ele estava na posse de duas porções de maconha e demonstrou um grande nervosismo.

Segundo o relato policial, o acusado confessou ter assassinado e enterrado sua namorada em um sítio onde trabalha como caseiro. Ele alegou que cometeu o crime por ciúmes e enterrou o corpo na manhã seguinte. Os policiais encontraram o cadáver no local indicado pelo acusado.

"Diante das informações, as equipes iniciaram patrulhamento e, em uma das ruas do bairro Pegorelli, indivíduos foram visualizados e empreenderam fuga. Um deles a equipe conseguiu abordar. Durante essa abordagem conseguiram verificar que era o individuo que tinha cometido o homicídio", explica o tenente da Polícia Militar, Rodolfo Quirino.

ACUSADO JÁ CUMPRIA PENA POR ROUBO

Após a prisão em flagrante, o homem foi conduzido à delegacia da Polícia Civil de Caraguatatuba. Durante o procedimento, os policiais descobriram um boletim de ocorrência anterior contra ele por subtração de incapaz, sendo a vítima a mesma adolescente que ele havia assassinado.

Além disso, verificou-se que o indivíduo cumpre uma pena de mais de sete anos em regime semiaberto por roubo. Ele permanece detido e enfrentará acusações de homicídio, tráfico de drogas e ocultação de cadáver. Os itens apreendidos incluem a faca, o celular e as substâncias entorpecentes encontradas com o acusado.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES