Bebê de 2 meses morre após sofrer violência física e sexual no Maranhão

O Conselho Tutelar tomou conhecimento do caso após desconfiar das circunstâncias do velório da criança, que era realizado com portas fechadas

Avalie a matéria:
bebe | reprodução

A polícia investiga a morte de um bebê, de apenas dois meses, com sinais de violência física e sexual no município de São Mateus do Maranhão. O caso aconteceu na segunda (14).

O Conselho Tutelar tomou conhecimento dos fatos após desconfiar das circunstâncias do velório da criança, que era realizado com portas fechadas, sem que o pai deixasse ninguém entrar no local.

Mãe do bebê foi presa e o pai se encontra foragido - Foto: Reprodução 

Quando os conselheiros chegaram na casa, o carro da funerária já havia saído com o corpo para o enterro. Apesar disso, a equipe conseguiu impedir o sepultamento e encaminhou o corpo da vítima para um hospital da região, onde foi realizado o exame cadavérico.

O exame de corpo de delito constatou que o bebê estava com a cabeça, vértebra e face quebradas, além possuir de hematomas nas costas. O exame de conjunção carnal também detectou que a criança havia sofrido violência sexual.

“Nesse momento foi realizado o exame de corpo de delito e de conjunção carnal. A criança está com a cabeça e a vértebra do corpo quebradas. Está com a face quebrada de espancamento, as costas da criança estão cheias de hematomas e ela está com sinais de violência sexual no ânus”, disse a conselheira tutelar Márcia Campos.

Diante dos fatos, a mãe da vítima foi presa e encaminhada para à delegacia. No local, ela disse aos policiais que a última pessoa que teve contato com a criança foi o pai. Ela afirmou, ainda, que ele havia dito que o bebê sofreu um infarto. O homem está foragido e sendo procurado pela polícia. O caso está sendo investigado.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES