Homem se irrita com criança autista e é suspeito de matar pai dela a tiros

A briga começou porque o filho da vítima, uma criança com autismo, estaria apertando com intensidade a buzina de um carro, o que irritou o autor do crime

Avalie a matéria:
PM | reprodução

Uma discussão em um bar da Vila São João Batista, na Região de Venda Nova, em Belo Horizonte terminou com a morte de um homem na noite de sábado (25).

A briga começou porque o filho da vítima, uma criança com autismo, estaria apertando com intensidade a buzina de um carro, o que irritou o autor do crime.

 Homem se irrita com criança com autismo por apertar buzina e é suspeito de matar o pai dela, a tiros, em bar de BH - Foto: Ewerton Lopes

Segundo o boletim de ocorrência (BO), após o desentendimento, o suspeito, Bruno Alves de Andrade, de 30 anos, teria ameaçado a vítima dizendo que buscaria uma arma para resolver a situação.

Mais tarde, por volta das 21h, de acordo com o BO, o homem voltou em um táxi, foi em direção à vítima com uma arma e disparou diversos tiros a uma curta distância, sem qualquer chance de defesa.

Cleidson Alves Campos, de 40, foi levado para o Hospital Risoleta Tolentino Neves por pessoas que estavam no bar, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Testemunhas fizeram a identificação do autor do crime, mas ele ainda não foi localizado pela polícia até a última atualização desta reportagem.

O que diz a Polícia Civil

Leia a íntegra da nota:

"A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que foi acionada para atender a ocorrência de homicídio da vítima, de 40 anos, no bairro Vila São João Batista, na noite deste sábado (25/2) e deslocou equipe da perícia oficial ao local para realizar os trabalhos periciais. Até o momento, nenhum suspeito foi conduzido à delegacia, e a investigação prossegue pela PCMG, que apura a autoria e a motivação do crime."


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES