Influencer e dona de clínica fez curso online para aplicar peeling de fenol

Conforme informou sua advogada, Tatiane Forte, Natalia realizou um curso online para aplicar o peeling de fenol

Avalie a matéria:
Henrique Chagas e Natalia Becker | Reprodução Redes Sociais

Nessa quarta-feira (5), a esteticista e influencer Natalia Fabiana de Freitas Antonio, conhecida nas redes sociais como Natalia Becker, foi indiciada por homicídio doloso com dolo eventual. Conforme informou sua advogada, Tatiane Forte, Natalia realizou um curso online para aplicar o peeling de fenol, procedimento que resultou na morte do empresário Henrique Silva Chagas, de 27 anos, na última segunda-feira (3) em São Paulo.

Detalhes do Caso

Natalia, proprietária da clínica onde ocorreu o incidente, apresentou-se à Polícia Civil e prestou depoimento no 27º Distrito Policial (DP) na tarde de quarta-feira. Ela relatou ter usado um produto com 30% de concentração de fenol no rosto do empresário.

A Associação Nacional dos Esteticistas e Cosmetólogos (Anesco) informou que Natalia não possui formação como esteticista, tendo realizado apenas cursos de micropigmentação. Segundo o delegado Eduardo Luis Ferreira, do 27º DP, o peeling de fenol é um procedimento que deve ser realizado exclusivamente por médicos.

Investigação e Acusação

“A polícia entende que o crime foi infringido como homicídio na modalidade dolosa [dolo eventual], não porque a autora desejava a morte, mas porque aceitou o risco de produzi-la”, explicou Ferreira. O Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) defendeu que procedimentos invasivos, como o peeling de fenol, devem ser feitos por médicos.

A Prefeitura de São Paulo informou que a Vigilância Sanitária fechou e multou o Studio Natalia Becker, que não possuía autorização para realizar o peeling de fenol, apenas para tratamentos estéticos.

CLÍNICAS EM 3 CAPITAIS

Natalia e representantes da clínica não falaram com a imprensa ao chegar à delegacia. A influencer de 29 anos possui estúdios de estética em São Paulo, Rio de Janeiro e Goiânia, além de mais de 200 mil seguidores no Instagram. Após o incidente, ela desativou sua conta profissional na rede social, mas manteve o site com informações sobre suas clínicas.

Segundo testemunhas, Natalia alegou ter passado mal após a morte de Henrique e precisou de atendimento médico, razão pela qual não compareceu à delegacia imediatamente. O procedimento envolveu a aplicação de fenol, um ácido que causa reação inflamatória e descamação da pele, visando reduzir manchas, rugas e cicatrizes.

exames necroscópico

A Polícia Técnico-Científica realizou exames necroscópico e toxicológico no corpo do empresário para determinar a causa da morte e as substâncias ingeridas. A delegacia aguarda os resultados desses testes. Policiais apreenderam equipamentos e medicamentos na clínica para perícia.

Henrique, conhecido como Rick Chagas, era dono de uma empresa de petshop. Seus amigos e familiares iniciaram uma campanha online para arrecadar fundos para o translado de seu corpo para Pirassununga, no interior paulista, onde será sepultado.

Henrique Chagas  (Foto: Reprodução Redes Sociais)



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES