Mecânico diz que matou pai da ex porque ele não aceitava a relação; jovem também foi morta

O acusado João Carlos de Oliveira Antunes, 29 anos, foi preso dias após cometer o crime em Miracatu (SP).

Avalie a matéria:
Foto mostra montagem do acusado João Carlos de Oliveira Antunes e das vítimas Yasmin Santos de Queiroz e Francisco Xavier Marques de Queiroz | Reprodução
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

O mecânico João Carlos de Oliveira Antunes, de 29 anos, preso por matar a ex-namorada e o pai dela, confessou à polícia que assassinou o ex-sogro porque ele não aceitava o relacionamento do casal. Yasmin Santos de Queiroz, de 25 anos, e o funcionário público Francisco Xavier Marques de Queiroz, de 60 anos, foram mortos a tiros no último sábado (11) em Miracatu, São Paulo. 

Conforme o apurado pelo MeioNews, muito embora o mecânico tenha confessado o assassinato do ex-sogro, o acusado afirmou que não lembra de ter matado a jovem. Ele alegou à polícia que estava sob o efeito de álcool e cocaína quando cometeu o crime. Para verificar se ele estava entorpecido, a Polícia Civil fez a requisição de exames, que já foram realizados. Os resultados dos laudos ainda estão pendentes. 

“Ele está preso por trinta dias. Vamos ouvir a mãe da menina e esposa do falecido quando ela se recompor, aguardar os laudos e pedir a prisão preventiva, que com certeza vai sair”, afirmou o delegado Carlos Eduardo Eiras Alves, que efetuou a prisão do acusado.

Logo após o crime, a Polícia Civil pediu a prisão temporária de João Carlos. Posteriormente, ele foi encontrado por PMs que faziam patrulhamento e prenderam o criminoso em um sítio no bairro Pascoval, na última segunda-feira (13). "Ele está preso e vai ser indiciado por feminicídio, homicídio qualificado e descumprimento de medida protetiva de urgência, pouco importando o que ele vai dizer, ou até mesmo o encontro ou não da arma usada", explicou o delegado Carlos Eduardo Eiras Alves. 

A esposa de Francisco Xavier, mãe de Yasmin Santos, estava em casa e testemunhou o momento do crime. Ela contou que Francisco e Yasmin estavam deitados quando o ex-namorado da filha chegou, arrombou a porta da cozinha e entrou no imóvel, na noite de sexta (11). Segundo a mulher, Francisco foi o primeiro a ser baleado. Depois, o mecânico foi ao quarto onde estava Yasmin e levou a jovem para o quintal de casa. Ele também atirou três vezes contra a jovem. Na sequência, o homem fugiu de carro. 

Leia Mais



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES