Menina de 3 anos em Santa Catarina 'morreu de tanto apanhar', diz delegado

Eles mentiram à polícia sobre sequestro e versão foi desmontada pelos investigadores

Avalie a matéria:
Isabelle estava desaparecida desde o dia 3: polícia acredita que padrasto e mãe mataram a menina | Foto: Reprodução

Imagens de uma câmera de segurança capturaram o momento em que a mãe e o padrasto de Isabelle de Freitas, de 3 anos, abandonam a mala utilizada para transportar o corpo da criança, nesta segunda-feira. A menina foi vítima de homicídio cometido pelos próprios responsáveis, no município catarinense de Indaial, conforme as investigações da Polícia Civil. Segundo relato do delegado-geral de Santa Catarina, Ulisses Gabriel, a vítima "morreu de tanto apanhar". O casal foi indiciado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver, encontrando-se sob custódia policial.

Mãe e padrasto mataram criança de 3 anos abandonam mala em rua — Foto: Reprodução 

MALA COM CORPO FOI ABANDONADA: O casal abandonou a mala após enterrar o corpo da vítima em uma área de mata. Os restos mortais da criança foram encontrados dois dias depois. A mãe e o padrasto confessaram o crime, e o padrasto indicou a localização do cadáver. "O vídeo mostra o momento em que o casal abandona a mala utilizada para transportar a criança, imediatamente após enterrarem-na em região de mata", afirma o delegado Filipe Martins. 

CASAL DIZ QUE BATEU POR 'CORREÇÃO': Conforme o delegado, os suspeitos afirmaram que bateram na menina de 3 anos por "correção". "Eles alegaram (que deram as pancadas) para fins de correção, por problemas rotineiros, como o fato de a criança não querer se alimentar, por exemplo. Segundo apurado, após agredirem a criança e perceberem que a menina estava sem vida, ambos concordaram em se livrar do corpo e decidiram colocar a vítima numa mala e enterrar o corpo nas proximidades da BR 470", revelou Martins.

Local em que corpo de menina de 3 anos foi encontrado, em área de mata de Indaial (SC) — Foto: Polícia Civil SC 

DELEGADO DESABAFOU SOBRE O CASO: "Um dia triste demais. A menina que estava desaparecida em Indaial foi morta pela mãe e pelo padrasto. Morreu de tanto apanhar e o corpo foi encontrado pela Polícia Civil. Casal confessou o crime. Nestas oportunidades que reflito se escolhi a profissão certa, são muitas desgraças para absorver", escreveu o delegado-geral.

(Com informações do O Globo)



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES