Exclusivo PM piauiense é assassinado a tiros durante assalto a ônibus no Maranhão

PM piauiense é morto em assalto a ônibus no Maranhão. Os criminosos estavam disfarçados de policiais civis e roubaram cerca de R$ 80 mil das vítimas.

Avalie a matéria:
O policial militar Mazoel da Silva Carvalho estava na PM há 5 anos e no final de 2024 se tornaria Cabo. | FOTO: Reprodução
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Na madrugada desta terça-feira (14), o policial militar piauiense Mazoel da Silva Carvalho, de 34 anos, foi assassinado em um assalto a ônibus na BR 316, próximo à cidade de Presidente Médici (MA). Ao menos cinco criminosos, disfarçados de policiais civis, abordaram o veículo. A vítima teria imaginado que era blitz e decidiu se apresentar como agente, quando foi atingida por tiros de arma de fogo. Uma passageira também foi baleada, mas está estável. 

COMO OCORREU: 

A reportagem do MeioNews apurou que Mazoel era lotado em Garrafão do Norte (PA), e estava indo para o Piauí, onde mora a família. O PM foi levado ao hospital de Santa Luzia do Paruá (MA), mas não resistiu ao ferimento e foi a óbito. Do local do crime ao destino é cerca de 528 quilômetros. Em prantos e sem acreditar, a noiva, Daniele Lebre, citou que o noivo “cresceu em família humilde, mas sempre com muita honra, caráter, dignidade, e nunca fez mal pra ninguém”. 

“O Mazuel era uma pessoa maravilhosa, como filho, como irmão, como namorado, como noivo [...] ele se formou muito cedo, passou no concurso com muita luta, muita garra, e eu sei que ele combateu o bom combate, foi uma emboscada que fizeram para ele, eu sei que ele foi morto covardemente e a gente quer é justiça, quero que as polícias possam localizar quem fez essa crueldade [...] estamos sem palavras, momento de muita dor”, desabafou a noiva do PM. 

Mazoel era PM há 5 anos, e teve sua vida ceifada por criminosos no Maranhão | FOTO: Reprodução

ASSALTO

Mazoel Carvalho entrou para a Polícia Militar há 5 anos, e no final de 2024 seria promovido para a função de Cabo. Conforme apurado, os criminosos estavam em uma Hilux, de cor branca, e estavam disfarçados de policiais civis do Maranhão. De prontidão, o PM teria se levantado do assento, e apresentado. Sem chances de defesa, ele foi alvejado com diversos tiros. Uma mulher, passageira, também foi baleada.

A quadrilha ainda fez um arrastão no ônibus, levando os pertences dos passageiros. Informações iniciais dão conta de que os criminosos roubaram cerca de R$ 80 mil das vítimas. O caso deve ser investigado pelas polícias civis do Maranhão, Pará e Piauí. O corpo de Mazoel da Silva Carvalho será velado na casa de sua família, na Vila da Paz, zona Sul de Teresina. 

“Eu quero pedir a polícia do Maranhão, Pará e Piauí, que trabalhem em conjunto, pois nós queremos justiça. Quero dizer para você que assassinou meu irmão, que a policia vai te buscar, ela vai te pegar, vocês 5. Nós queremos justiça,  meu irmão saiu daqui vivo e nós vamos receber morto, a gente quer respostas”, desabafou o irmão do PM, o senhor Osmar.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES