Polícia investiga como estupro de vulnerável caso de ménage em praia no CE

Investigação ocorre após a vítima alegar que havia usado medicação controlada e que ficou 'desorientada'.

Avalie a matéria:
Polícia investiga como estupro de vulnerável caso de ménage em praia no CE | Divulgação

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - A Polícia Civil investiga uma denúncia de estupro de vulnerável após uma cena de sexo a três em público em uma praia circular pela internet. O caso ocorreu na Praia de Iracema, um dos pontos turísticos mais visitados de Fortaleza. A mulher trans envolvida no caso disse que estava sob efeito de remédio, droga e álcool.

Nesta terça (7) a corporação havia dito que o caso era investigado como ato obsceno em lugar público, o que também configura crime. Nesta quarta (8), a jovem prestou depoimento à polícia na Delegacia de Defesa da Mulher de Fortaleza.

"Essa menina do vídeo não sou eu, é a droga exagerada. Nunca mais aceito drogas sem conhecer. Isso serve de aprendizado a qualquer pessoa", relata a mulher.

Polícia investiga como estupro de vulnerável caso de ménage em praia no CE | Foto: Reprodução) As imagens, que mostram dois homens e uma mulher em uma cena de sexo explícito na orla da praia, foram gravadas por uma pessoa que passava no local. A polícia explicou que a divulgação e publicação das imagens de sexo explícito sem consentimento dos envolvidos também é tipificada como crime.

Em publicações no Instagram, a mulher contou que tomou um remédio controlado misturado com bebidas alcoólicas durante um evento de pré-Carnaval. Ela disse ter "perdido a noção", ficado "desorientada" e com poucas memórias daquele dia, inclusive sem saber como chegou ao local onde foi filmada com os dois homens.

A jovem ainda disse que está passando "pelo pior momento da vida" e que sente muita vergonha. Ela afirmou ter sido perseguida devido à exposição e que tentaram puni-la. Só sei chorar e minha mãe também, pois nunca pensei chegar nesse nível, e eu espero do fundo do meu coração que vocês me perdoem! De verdade

A SSPDS-CE (Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará) disse que a mulher será acompanhada pelo Gavv (Grupo de Apoio às Vítimas de Violência) da Polícia Militar do Ceará. Ainda conforme a pasta, também se compreende como estupro de vulnerável o sexo com uma pessoa "sem o necessário discernimento para a prática do ato, ou que, por qualquer outra causa, não pode oferecer resistência".

SEXO EM PÚBLICO É CRIME?

Transar em lugares públicos ou dentro do carro pode levar os envolvidos a responderem a um processo penal e até levar à detenção de três meses a um ano, ou multa.

O advogado Caio Ruiz, consultado pela reportagem, explicou que o caso em questão pode ser entendido como "crime de ato obsceno, previsto no artigo 233 do Código Penal". A contravenção descrita inclui atos realizados abertos ou expostos ao público.

"A ideia é justamente coibir tais atos que são uma afronta principalmente às crianças e idosos. Nesse crime o objetivo não é importunar sexualmente alguém, mas realizar obscenidades sem se preocupar com pessoas ao redor", explicou.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES