Policial Militar baleado na cabeça durante abordagem em BH tem a morte confirmada

O agente estava em serviço quando avistou indivíduos suspeitos e decidiu abordá-los, quando foi atingido pelos disparos

Avalie a matéria:
PM baleado na cabeça morre em BH | Reprodução

A morte do Polícia Militar Roger Dias da Cunha, de 29 anos, baleado na cabeça por um criminoso durante abordagem no bairro Novo Aarão, em Belo Horizonteteve a morte confirmada neste domingo (7). A informação foi dada pela major Layla Brunella, porta-voz da corporação no estado.

PM Roger Dias Cunha (Foto: Reprodução)

A vítima foi encaminhada a um hospital onde permaneceu internada. De acordo com a equipe médica, duas balas estavam alojadas na cabeça e o quadro clínico era considerado grave. Ele chegou a ser submetido a duas cirurgias e recebeu pelo menos duas bolsas de sangue.

Na coletiva de imprensa realizada no sábado, dia 6, a major Layla Brunella comunicou que o agente policial foi alvejado com dois tiros na cabeça e um na perna. De acordo com a Polícia Militar, o responsável pelos disparos deveria ter retornado ao sistema prisional em 23 de dezembro do ano passado. Ele encontrava-se em liberdade temporária e já era considerado fugitivo pelas autoridades policiais.

Ficha criminal do autor dos disparos

Conforme informações fornecidas pela Polícia Militar, o indivíduo responsável pelos disparos possui um histórico de 18 registros policiais. O segundo participante na ocorrência apresenta 15 registros, incluindo dois por homicídio, e também estava em liberdade temporária. No total, foram registradas 118 fugas durante o período de saída temporária no Natal e Ano Novo. Dentre esses casos, 73 criminosos permanecem foragidos, enquanto 45 foram detidos pela ação da Polícia Militar.

O que diz a Polícia Civil

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) informa que ratificou a prisão em flagrante delito dos envolvidos no fato ocorrido na noite de ontem (5), no bairro Novo Aarão Reis, na Capital, que vitimou um policial militar, de 29 anos. O suspeito, de 25 anos, foi preso pelos crimes de homicídio qualificado contra autoridade e porte de arma de fogo.

O outro, de 30 anos, pelos crimes de tráfico, posse de arma de fogo e tentativa de homicídio. A PCMG representou pela conversão da prisão em flagrante em prisão preventiva, e aguarda manifestação da Justiça.

Na ocasião, a presença da perícia oficial foi requisitada ao local para realizar os trabalhos de praxe e coletar elementos que irão subsidiar a investigação. A PCMG esclarece que a investigação prossegue para completa elucidação do crime.

O crime

O policial militar foi atingido por disparo de arma de fogo na cabeça durante uma abordagem realizada contra suspeitos na noite desta sexta-feira (5) em Belo Horizonte, capital de Minas Gerais. Após os disparos, o autor dos tiros fugiu do local. O PM, de 29 anos, está internado em estado grave no Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, em Belo Horizonte.

O sargento chegou a capturar um dos criminosos, mas durante a abordagem, foi surpreendido pelo suspeito. Apesar de ter dado diversas ordens de parada, o homem sacou uma arma e disparou várias vezes em direção à cabeça do policial.

Um cabo da Polícia Militar, que conduzia uma viatura, continuou perseguindo o suspeito de 25 anos, o qual foi baleado e posteriormente encaminhado para atendimento médico. O indivíduo, com várias passagens pela polícia, estava usufruindo do benefício de saída temporária da prisão no momento do crime.

O segundo suspeito, de 33 anos, conseguiu inicialmente escapar, mas acabou sendo encontrado e preso horas mais tarde. A PM implementou uma ampla operação para localizar o fugitivo, havendo troca de tiros entre os policiais e o criminoso, que foi baleado e localizado com a ajuda de cães da corporação em uma área de mata.

O sargento foi socorrido e inicialmente levado ao Hospital Risoleta Tolentino Neves, na Região de Venda Nova. Posteriormente, foi transferido para o Hospital João XXIII, na Região Centro-Sul da capital. Roger Dias da Cunha, com 10 anos de experiência na PM, é pai de um bebê recém-nascido.

Matéria em atualização



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES