Saiba quem é a ex-deputada presa por corrupção e lavagem de dinheiro

A ex-deputada federal se elegeu pelo estado do Rio de Janeiro e estava foragida desde 25 de março, quando foi condenada pelos crimes.

Almerinda Filgueiras de Carvalho | Reprodução
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

A ex-deputada federal do Rio de Janeiro, Almerinda Filgueiras de Carvalho, 72 anos, foi presa nesta segunda-feira (1º) pela Polícia Federal na cidade de São João de Meriti (RJ), na Baixada Fluminense, por condenação pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro. Ela estava foragida desde 25 de março, quando foi condenada pela 7ª Vara da Seção da Justiça Federal em Mato Grosso.

Quem é a presa? Almerinda de Carvalho é natural do Rio de Janeiro e foi deputada federal pelo estado por dois mandatos, de 1999 a 2007. Nesse período, ela participou da Comissão Representativa do Congresso Nacional e das Comissões Permanentes da Câmara Federal de Direitos Humanos, Educação, Cultura e Desporto e Fiscalização Financeira e Controle. Atualmente, ela é secretária municipal de Assistência Social, Direitos Humanos e Igualdade Racial na Prefeitura de São João de Meriti. Segundo o Portal da Transparência do órgão, a ex-deputada federal recebe proventos superior a R$ 8 mil.  

Ela também fez parte das comissões Especiais de Ano da Mulher, de Fixação do Salário Mínimo, de Agentes Comunitários da Saúde, do Recurso da Seguridade Social ao SUS, entre outros. Em São João de Meriti, Almerinda foi secretária da Melhor Idade e de Promoção Social, além de presidir a filial da Cruz Vermelha na cidade.

Condenação e prisão: segundo a Polícia Federal, a prisão é decorrente de investigações feitas no ano de 2006, quando foi deflagrada a Operação Sanguessuga (Máfia das Ambulâncias), para desarticular um grupo criminoso formado por parlamentares e empresários, que fraudava licitações para aquisição de ambulâncias em prefeituras de, pelo menos, 20 estados do Brasil.

Policiais federais do Grupo de Capturas do Núcleo de Operações da Delegacia da PF em Nova Iguaçu (RJ) localizaram a ex-deputada na secretaria municipal de São João de Meriti. Após a formalização da prisão, a mulher foi levada à Delegacia de Polícia Federal em Nova Iguaçu para os procedimentos cabíveis, de onde será encaminhada ao Instituto Médico Legal (IML) para fazer o exame de corpo de delito. Depois, ela irá para o sistema prisional do RJ para cumprir 9 anos de prisão.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES