Amália Barros, deputada e vice do PL Mulher, morre aos 39 anos

A deputada federal Amália Barros (PL-MT) morreu aos 39 anos na madrugada deste domingo (12) após complicações de saúde. Ela estava internada desde 1º de maio para a retirada de um nódulo no pâncreas.

Avalie a matéria:
Deputada Amália Barros | Zeca Ribeiro / Câmara dos Deputados
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

A deputada federal Amália Barros (PL-MT) morreu aos 39 anos na madrugada deste domingo (12).  A informação foi anunciada nas redes sociais da parlamentar, que ocupava o cargo de vice-presidente do PL Mulher Nacional. Amália estava internada desde 1º de maio para a retirada de um nódulo no pâncreas e, desde então, permanecia em estado grave e sob cuidados intensivos no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo, onde veio a óbito. 

OUTRAS COMPLICAÇÕES - Ela também passou por um procedimento de drenagem de vias biliares devido ao acúmulo excessivo de líquido biliar no fígado. Horas antes de sua morte, estava programada uma nova cirurgia para tratar complicações no fígado. Amália, que nasceu em Mogi Mirim, São Paulo, em 22 de março de 1985, era formada em jornalismo. Ela perdeu a visão do olho esquerdo aos 20 anos devido a uma infecção por toxoplasmose, passando por 15 cirurgias antes de remover o olho e utilizar uma prótese ocular em 2016.

VICE DO PL MULHER - A deputada deu nome a uma lei sancionada em 2021 por Jair Bolsonaro, que classifica a visão monocular como deficiência sensorial, estendendo aos portadores dessa condição os benefícios previstos na legislação da pessoa com deficiência. Nas eleições de 2022, recebeu mais de 70 mil votos em Mato Grosso, e era próxima de Michelle Bolsonaro, ocupando o cargo de vice-presidente do PL Mulher Nacional, presidido pela ex-primeira-dama.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES