Amostragem: Com apoios, Rafael Fonteles soma 52,21%; Sílvio Mendes 33,85%

A pesquisa do Instituto Amostragem realizada de 10 a 14 de agosto com 2.000 entrevistas em 90 municípios do Piauí.

Avalie a matéria:
Com apoios, Rafael Fonteles soma 52,21%; Sílvio tem 33,85% | Reprodução

O candidato a governador Rafael Fonteles (PT) lidera pesquisa de intenção de voto estimulada do Instituto Amostragem com os apoios do candidato a presidente Lula e do candidato a senador Wellington Dias, somando 52,21% nos válidos, ou seja, quando se exclui brancos/nulos e os indecisos.

Sílvio Mendes (União Brasil) aparece em segundo ao receber o apoio do ministro Ciro Nogueira ficando com 33,85%. O candidato Coronel Diego (PL) com apoio do presidente Jair Bolsonaro, pré-candidato a reeleição, tem 4,79%. Gessy Fonseca (PSC) com apoio do Pastor Everaldo soma 2,8%.

Com apoios, Rafael Fonteles lidera a pesquisa Amostragem (Foto: Reprodução)O candidato Gustavo Henrique (Patriota) com apoio de Fred Costa tem 2,05%. Madalena Nunes (PSOL) com apoio de Juliano Medeiros aparece com 1,56%.O candidato Geraldo Carvalho (PSTU) com apoio de Zé Maria soma 1,18%.

Lourdes Melo (PCO), com o apoio de Rui Costa Pimenta tem 0,87%. Já Ravenna Castro (PMN) com apoio de Carlos Massarolo soma 0,68%.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) considera os votos válidos na divulgação do resultado oficial das eleições.

Com apoios, Rafael Fonteles soma 52,21%; Sílvio Mendes 33,85% (Foto: Divulgação)

SEM APOIOS

O candidato a governador Sílvio Mendes (União Brasil) lidera a pesquisa de intenção de voto estimulada realizada pelo Instituto Amostragem, sem considerar os apoios.

Nos votos estimulados, Sílvio aparece com 33,75%, seguido por Rafael Fonteles (PT) com 29,35%. O candidato Coronel Diego Melo (PL) está com 2,6% das intenções de voto. Na sequência aparece Gessy Lima (PSC) com 1,9%. Gustavo Henrique (Patriota) aparece com 1,55%. Geraldo Carvalho (PSTU) tem 1,15%; Madalena Nunes (PSOL) aparece também com 1,15%; seguidos por Ravenna Castro (PMN) com 1,1%.

A candidata Lourdes Melo (PCO) aparece com 0,90%.

Os eleitores que responderam que não votariam em nenhum dos pré-candidatos a governador chegam a 12,05%. Os que afirmaram que votariam em branco ou anulariam o voto somam 1,85%. Os indecisos somam 12,65%.

FICHA TÉCNICA - Pesquisa do Instituto Amostragem realizada de 10 a 14 de agosto com 2.000 entrevistas em 90 municípios do Piauí. Margem de erro de 2,19%. Registro no TSE sob o número PI-09299/2022.

 

69,25% votariam em candidato indicado por Lula

Pesquisa mensura potencial de transferência de voto (Foto: Reprodução)O levantamento ainda mensura o potencial de transferência de voto dos candidatos à Presidência para os pleiteantes ao Governo do Estado na próxima eleição.

Em relação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT ao pleito, 69,25% apontaram que votariam em um candidato ao Governo indicado por Lula, enquanto 25,35% não votariam, 2,75% não souberam ou não opinaram e 2,65% sinalizaram que são indiferentes ao indicativo de apoio.

Potencial de transferência de voto de Lula para o governo do Piauí (Foto: Divulgação)

Potencial de transferência de voto de Bolsonaro para o governo do Piauí (Foto: Divulgação)

Na pesquisa, 71,35% apontam que não votariam em um candidato indicado pelo atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido), enquanto 23,15% apontaram que votariam, enquanto 2,45% não souberam ou não opinaram; e 3,05% responderam que são indiferentes.

Firmeza na intenção de voto

Dos entrevistados que apontaram a intenção de votar no candidato Rafael Fonteles (PT) 79,73% apontaram que não muda, já está decidido; 18,74% indicaram que ainda podem mudar; enquanto 1,53% não sabe ou não opina.

Em relação ao candidato Sílvio Mendes (União Brasil), entre os entrevistados que apontaram a intenção de voto no ex-prefeito de Teresina, 68,74% indicaram que não muda, já está decidido; 29,48% indicaram que ainda podem mudar a intenção de voto; e 1,78% não sabe ou não opina.

Já entre os entrevistados que indicaram a intenção de votar no candidato Coronel Diego Melo (PL), 65,38% indicaram que não muda, já está decidido; 34,62% apontaram que ainda poderá mudar.

No grupo de entrevistados que apontaram a intenção de voto na candidata Gessy Lima (PSC), 50% indicaram que não muda, já está decidido; 50% indicaram que ainda podem mudar a intenção de voto.

Já entre os entrevistados que indicaram a intenção de votar no candidato Geraldo Carvalho (PSTU), 43,48% indicaram que não muda, já está decidido; 56,52% apontaram que ainda poderá mudar.

Entre os entrevistados que apontaram a intenção de voto na candidata Madalena Nunes (PSOL), 52,17% sinalizaram que não muda, já está decidido; já 47,83% indicaram que ainda pode mudar.

No grupo de entrevistados que apontaram a intenção de voto no candidato Gustavo Henrique (Patriota), 35,48% indicaram que não muda, já está decidido; 64,52% indicaram que ainda podem mudar a intenção de voto.

Em relação à candidata Ravenna Castro (PMN), entre os entrevistados que apontaram a intenção de voto na advogada, 45,45% indicaram que não muda, já está decidido; 54,55% indicaram que ainda podem mudar a intenção de voto; e 9,52% não sabe ou não opina.

Já entre os entrevistados que indicaram a intenção de votar na candidata Lourdes Melo (PCO), 33,33% indicaram que não muda, já está decidido; 61,11% apontaram que ainda poderá mudar; e 5,56% não sabe ou não opina.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES