Justiça determina medida protetiva para ex-noiva de Zé Trovão após agressão

Decisão traz relato da vítima à polícia, para quem informou que foi empurrada e teve o pescoço apertado por ele, “como se quisesse enforcá-la”.

Avalie a matéria:
Zé Trovão é deputado federal pelo PL de Santa Catarina | Câmara dos Deputados/Divulgação

A ex-noiva do deputado federal Zé Trovão (PL), Ana Rosa Schuster, teve medida protetiva concedida pela Justiça do Distrito Federal após a vítima relatar ter sido agredida pelo parlamentar no último domingo (19). O g1 teve acesso à decisão que traz relato da vítima à polícia, para quem informou que foi empurrada e teve o pescoço apertado por ele, "como se quisesse enforcá-la”.

No documento, ela ainda conta que era vítima de agressão durante todo o relacionamento. À polícia, a vítima contou que estiveram juntos por 11 meses, mas que há uma semana romperam e combinaram que ele sairia da casa onde moram em 29 de novembro. E que os dois já não estavam mais mantendo contato, ainda que morando na mesma casa.

Sobre o episódio de domingo, Ana Rosa afirmou que o deputado chegou em casa de madrugada e foi dormir. Ela esperou o ex-companheiro sair do ambiente, ao amanhecer, para pegar pertences dela. Quando ele saiu do quarto, segundo o relato, os dois começaram a discutir. Ao apertar forte o pescoço da vítima, segundo o relato, ele teria dito: "Vou acabar com você!".

Em seguida, a mulher acionou a polícia, momento em que o deputado teria ligado para a portaria do prédio, pedindo que a Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados (Depol) subisse para retirá-la do apartamento. Como ninguém apareceu, fez uma nova ligação e expulsou a vítima de casa.

Outras agressões

Conforme o relato da vítima, o relacionamento dos dois era marcado por agressões, violência psicológica e ofensas, embora ela nunca tivesse registrado ocorrência ou pedido medidas protetivas de urgência. Ela conta que foi ameaçada duas vezes com uma faca que o parlamentar costumava levar consigo dentro do carro. Relata que em outra ocasião, em 9 de setembro, foi ameaçada com uma faca de cozinha, dentro de casa.

Deputado comenta acusações

O deputado falou sobre as acusações por meio de nota e afirmou que não agrediu a ex-noiva. De acordo com o deputado, apesar de já estarem separados há algumas semanas, a ex-noiva se recusava a aceitar o fim do relacionamento e, num momento de exaltação em uma discussão, ela o agrediu fisicamente. 

"O Deputado apenas a conteve, sem jamais feri-la. E frisa que, por sua própria iniciativa, chamou a polícia com a intenção de preservar a ambos. Em seguida, todos se encaminharam à delegacia. Zé Trovão reafirma que jamais agrediu a ex-noiva, ressalta que tem respeito e consideração pelo período em que estiveram juntos e que todos os fatos foram devidamente elucidados junto à autoridade policial. O Deputado se coloca à disposição para eventuais esclarecimentos necessários".

Com informações do g1

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES