PF prende dois suspeitos de ameaças e 'stalking' contra família de Moraes

Os dois homens são irmãos. Um deles foi preso na Vila Clementino, bairro nobre da Zona Sul da cidade de São Paulo. O outro, foi preso no estado do Rio.

Avalie a matéria:
Ministro Alexandre de Moraes | Foto: Rosinei Coutinho/SCO/STF

Nesta manhã de sexta-feira (31), a Polícia Federal executou dois mandados de prisão preventiva e quatro de busca e apreensão contra dois indivíduos suspeitos de ameaçar a família do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes. Os dois serão interrogados pela polícia. (As informações são do blog da Camila Bonfim).

Os dois homens, que são irmãos, foram detidos em diferentes localidades. Um deles foi capturado na Vila Clementino, um bairro nobre na Zona Sul de São Paulo, enquanto o outro foi preso no estado do Rio.

A investigação teve início em abril, após uma série de e-mails anônimos serem enviados ao STF. Essas mensagens afirmavam o uso de explosivos e o conhecimento do itinerário da filha do ministro Alexandre de Moraes.

A segurança do STF foi acionada, colaborando com a Diretoria de Inteligência Policial (DIP) da PF durante as investigações. A Procuradoria-Geral da República emitiu um parecer favorável. Os crimes em questão incluem ameaça e perseguição, enquadrados como stalking.

A ordem de prisão foi expedida à PF na quinta-feira (30), e a audiência de custódia está programada para esta tarde de sexta-feira.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES