PT desiste do comando da CPI dos Cartões

Com a decisão, fica mantido o acordo firmado entre governo e oposição a favor da senadora Marisa

Avalie a matéria:
|

O PT decidiu nesta ter?a-feira abrir m?o da presid?ncia da CPI mista dos Cart?es Corporativos e manter a indica??o do deputado Luiz S?rgio (PT-RJ) para a relatoria da comiss?o mista.

Com a decis?o, fica mantido o acordo firmado entre governo e oposi??o para que a senadora Marisa Serrano (PSDB-MS) assuma a presid?ncia da CPI mista.

O recuo do PT ocorreu na manh? de hoje durante reuni?o, no Pal?cio do Planalto, entre o l?der governista no Senado, Romero Juc? (PMDB-RR), o l?der do PT na C?mara, Maur?cio Rands (PE), o l?der do governo na C?mara, Henrique Fontana (PT-RS), e a l?der do governo no Congresso, Roseana Sarney (PMDB-MA).

A expectativa era a de que o ministro Jos? M?cio Monteiro (Rela?es Institucionais) coordenasse a reuni?o de hoje. No entanto, ele teve um problema de sa?de na fam?lia e cancelou sua agenda de trabalho. M?cio foi substitu?do pelo secret?rio-executivo da pasta, M?rcio Favilla.

"O PT, n?o tendo conseguido convencer as demais lideran?as, disse que n?o teria posi??o de intransig?ncia. Apesar do desenho novo, vamos manter a indica??o do deputado Luiz S?rgio para a relatoria", afirmou Rands.

Impasse

A bancada do PT na C?mara passou a reivindicar a presid?ncia da comiss?o mista ap?s um acordo entre a lideran?a do governo no Senado e parlamentares oposicionistas.

O acordo foi feito para evitar a abertura, pela oposi??o, de uma nova CPI somente no Senado para investigar o uso dos cart?es corporativos do governo.

Ontem, em meio ao impasse sobre o comando da CPI mista, o senador Garibaldi Alves (PMDB-RN) fez um apelo para que o PT mantivesse o acordo firmado com o PSDB para que a oposi??o ficasse com a presid?ncia da CPI.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES