Temporais no RS: com chuva, Guaíba volta a subir e atinge 4,7 metros

Especialistas dizem que, “com essas chuvas, a gente tende a voltar acima dos 5 metros”

Avalie a matéria:
Rio Guaíba em Porto Alegre | Foto: Reprodução/Redes Sociais
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

Na manhã deste sábado (11), o nível do Guaíba, que havia transbordado e inundado Porto Alegre nos últimos dias, voltou a subir devido à chuva persistente na Região Metropolitana desde sexta-feira (10). Segundo medições da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) realizadas no cais Mauá, o nível do lago aumentou 10 centímetros em apenas uma hora, passando de 4,6 metros para 4,7 metros entre 8h e 9h.

NÍVEL VINHA DIMINUINDO: Conforme o Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden), Porto Alegre registrou 38,3 milímetros de chuva nas últimas 24 horas. Os dados da ANA revelam que este é o aumento mais significativo no nível do Guaíba desde que o lago baixou dos 5 metros, ocorrido na última quinta-feira (9). Desde então, o nível vinha diminuindo até atingir 4,6 metros.

INSTABILIDADE CLIMÁTICA PERSISTE: A previsão indica que a instabilidade climática persistirá no Rio Grande do Sul ao longo do final de semana, com expectativa de que o volume de chuva ultrapasse os 150 milímetros em muitas áreas do estado.

Águas do Guaíba invadem Cais Mauá, em Porto Alegre. Créditos: Reprodução/Ceic Porto Alegre

PODE VOLTAR AOS 5 METROS: Especialistas destacam a "possibilidade de um novo aumento devido às chuvas previstas a partir do final de semana, podendo elevar o nível do lago novamente para a marca dos 5 metros". No entanto, alertam que esse cenário pode ser prejudicado caso o vento sul se intensifique, o que poderia elevar o lago em aproximadamente 20 centímetros.

SITUAÇÃO NO RIO GRANDE DO SUL: No Rio Grande do Sul, os efeitos devastadores dos temporais e inundações já resultaram em 136 mortes, conforme relatado no mais recente boletim da Defesa Civil divulgado hoje. Além disso, há 141 pessoas ainda desaparecidas e 756 feridos.

CENTENAS DE MUNICÍPIOS AFETADOS: O estado enfrenta a situação crítica de 441,3 mil desabrigados, dos quais 71,3 mil estão em abrigos e 339,9 mil encontraram refúgio temporário com familiares ou amigos. Dos 497 municípios gaúchos, 444 enfrentam problemas derivados das intensas chuvas, impactando diretamente cerca de 1,95 milhão de habitantes.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES