Boletim registra queda no número de mortes por Covid-19 no Piauí

Com relação aos casos da doença a tendência é de alta, porém, dos 389 casos contabilizados somente 176 são de 2023

Avalie a matéria:
Boletim registra queda no número de mortes por Covid-19 no Piauí | Reprodução

Dados do 18° Boletim Epidemiológico de Covid-19 e Monkeypox do ano de 2023, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), registraram tendência de queda no número de mortes em decorrência das complicações do coronavírus, no período de 30 de abril a 06 de maio de 2023, não havendo notificações de óbitos. 

Com relação aos casos da doença a tendência é de alta, porém, dos 389 casos contabilizados somente 176 são de 2023, sendo 148 de janeiro a abril e 28 de maio. Os 213 casos restantes, são represados do ano de 2022, onde os municípios só encerraram as notificações agora, o que possibilita à secretaria ter acesso aos dados para contabilização na base de informações. 

O informe epidemiológico aponta ainda que o índice de transmissibilidade apresenta queda ficando em 0,69 na 18ª semana, na 17° semana o número era de 0,90. Os dados de positividade no número de exames RT-PCR analisados pelo Lacen-PI, apontaram uma queda significativa, passando de 12,4% para 0,0%, ou seja, não houve testes positivos para a doença nas datas analisadas. 

Boletim registra queda no número de mortes por Covid-19 no Piauí - Foto: Ascom

Em relação à ocupação de leitos, o boletim apresenta, no período analisado, ocupação de 26 leitos clínicos, 15 leitos de UTI e 02 leitos de estabilização. O boletim aponta que o estado não registrou novos casos de Monkeypox. O Piauí segue com 40 casos confirmados da doença, 279 notificados, 04 casos suspeitos e 206 descartados.

Piauí é 1º estado do NE a assinar o Pacto Nacional Pela Consciência Vacinal

Na quarta-feira (10), o governador Rafael Fonteles assinou o Pacto Nacional Pela Consciência Vacinal, tornando o Piauí o primeiro estado do Nordeste a se comprometer com o Ministério Público em ações para conscientizar a população sobre a importância do Plano Nacional de Imunização (PNI).

A assinatura aconteceu durante a abertura das reuniões conjuntas do Conselho Nacional de Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG), do Grupo Nacional de Direitos Humanos (GNDH), do Grupo Nacional de Defesa do Consumidor (GNDC) e do Grupo Nacional de Execução Penal (GNEP), denominadas "Junt@s – construindo o futuro e transformando realidades", que ocorrem no Sesc Cajuína, em Teresina.

O Pacto Nacional pela Consciência Vacinal é uma iniciativa liderada pela Comissão de Saúde do Conselho Nacional do Ministério Público. O objetivo principal é conscientizar a população sobre a importância da vacinação, que é essencial para a prevenção de doenças e para garantir que o Plano Nacional de Imunização seja efetivo em todo o país. A intenção é alcançar índices seguros e homogêneos de cobertura vacinal em todo o território nacional, a fim de proteger a saúde de todos.

Veja Também
Tópicos
SEÇÕES