Piauí é terceiro do Brasil na produção de energias renováveis, diz Aneel

Na produção de energia fotovoltaica em grandes empreendimentos, o Piauí possui uma capacidade operacional de 1,46 GW.

Avalie a matéria:
Piauí se destaca na produção de energia eólica | Divulgação

O Piauí alcançou uma posição de destaque no setor energético do Brasil, ocupando o terceiro lugar em produção de energia eólica e energia fotovoltaica, de acordo com um relatório de junho da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). O estado está atrás, apenas, da Bahia e de Minas Gerais. 

O estado se consolida como uma referência nacional na geração de energia renovável. Na produção de energia fotovoltaica em grandes empreendimentos, o Piauí possui uma capacidade operacional de 1,46 GW, além de 867,22 MW em construção e uma previsão de geração adicional de 13,14 GW.

Atualmente, o estado possui 50 empreendimentos de energia solar em operação, 27 em construção e 337 empreendimentos planejados. Na geração distribuída, que engloba micro e mini usinas, o Piauí possui 36.419 unidades em 220 municípios, totalizando 365,74 MW em operação.

Destacam-se na geração de energia fotovoltaica as cidades de Alegrete do Piauí, Caldeirão Grande do Piauí, Floriano, João Costa, Ribeira do Piauí, São Gonçalo do Gurguéia, São João do Piauí e Teresina, com empreendimentos em operação. Em fase de construção, temos projetos em Brasileira e Parnaguá.

No que diz respeito à energia eólica, o Piauí ocupa o terceiro lugar, ficando atrás apenas do Rio Grande do Norte e da Bahia. O estado produz atualmente 3,5 GW de energia eólica, com 746,10 MW em construção e uma previsão de 2,5 GW adicionais.

Entre os municípios que se destacam na geração de energia eólica estão Betânia, Caldeirão Grande do Piauí, Curral Novo do Piauí, Dom Inocêncio, Ilha Grande, Lagoa do Barro, Marcolândia, Parnaíba, Queimada Nova e Simões. Em fase de construção, temos projetos em Dom Inocêncio e Simões.

A secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Abastecimento, Mineração e Energias Renováveis, Paula Jeanne, ressalta a importância desse marco para o estado e destaca os investimentos estratégicos realizados na expansão da geração de energia eólica e fotovoltaica. Ela destaca que o Piauí abriga o maior complexo solar de energia fotovoltaica em São Gonçalo e energia eólica na cidade de Dom Inocêncio, reconhecendo o potencial dessas fontes renováveis para impulsionar a economia, promover o desenvolvimento regional e preservar o meio ambiente.

As condições geográficas favoráveis, os investimentos em infraestrutura e as políticas de incentivo têm atraído grandes empreendimentos eólicos e fotovoltaicos para o estado, contribuindo significativamente para o suprimento energético do país.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES