Reis das gambiarras! Os bonitões presos por fazer “gato” de energia no Piauí

As conexões clandestinas ou “gambiarras”, se aproveitam de maneira ilícita da energia proveniente da rede de distribuição mais próxima

Avalie a matéria:
Reis das gambiarras! Os bonitões presos por "gato" de energia | Reprodução/Redes Sociais

Nos últimos meses vem ganhando notoriedade no Piauí a quantidade de presos por furto de energia. Segundo a Equatorial Piauí, empresa de distribuição de energia elétrica do estado, entre 2019 e 2022, foram destinados aproximadamente R$ 40 milhões para a regularização de instalações elétricas improvisadas popularmente conhecidas como "Gambiarras".

As conexões clandestinas, se aproveitam de maneira ilícita da energia proveniente da rede de distribuição mais próxima. Apesar de dedicar esforços para inibir a prática, isso não impede que esse crime aconteça, e com a falta de fiscalização muitos aproveitam para usar e abusar do crime. Conheça agora alguns dos “bonitões” presos no Piauí por esse crime.

PM influenciador preso em condomínio de Teresina

Um policial militar do Maranhão, identificado como Christhofer Leonel Pio Santos, foi preso em flagrante por furto de energia no dia 28 de março deste ano. A ação ocorreu durante uma fiscalização dentro de um condomínio na Zona Leste de Teresina. 

Reis das gambiarras! Os bonitões presos por "gato" de energia / Foto - Reprodução/Redes Sociais

A prática já era algo comum para o rapaz que trabalha também como DJ e influenciador digital. Segundo a polícia, Christhofer tinha a prática de religar o fornecimento de energia após o corte feito pela Equatorial Piauí. No momento da prisão esta seria a terceira vez que o PM praticava o crime de furto de energia. 

Ao Meionorte.com, o delegado Samuel Silveira, titular do 11º DP, declarou que o apartamento de Christofer Leonel estava com o medidor de energia adulterado. Ele também é investigado por furto de água. Imagens de câmeras de segurança do condomínio mostram o momento em que ele realizava o crime. Nas filmagens o acusado aparece na companhia de uma segunda pessoa. 

Empresário, dono do Boteco do Gil em Teresina

Gilberto da Cruz Oliveira, dono do Boteco do Gil, foi preso na manhã da última sexta-feira (08/09), em uma ação da Polícia Civil. A Equatorial Piauí já havia realizado diversas inspeções no local onde funciona o bar, em todas era constatado que o medidor de energia era frequentemente adulterado com a ajuda de um imã de neodímio.

Reis das gambiarras! Os bonitões presos por "gato" de energia / Foto - Reprodução/Redes Sociais

Ele teve a liberdade provisória concedida  sem pagamento de fiança em uma decisão dada no último sábado (09/09). O empresário entretanto vai ter que cumprir por 6 meses, medidas cautelares, o descumprimento das normas aplicadas poderá resultar na prisão preventiva de Gilberto.

Dono de restaurante badalado em Pedro II

Francisco de Assis Castro, empresário e dono do restaurante Lakonde, em Pedro II, foi  preso em flagrante pelo crime de furto de energia elétrica contra a Equatorial Piauí, na noite da última terça-feira (12/09), ele teve a liberdade concedida na tarde da última quarta-feira (13/09). A justiça determinou o pagamento de fiança para que o empresário fosse posto em liberdade. 

Reis das gambiarras! Os bonitões presos por "gato" de energia / Foto - Reprodução/Redes Sociais

De acordo com a Polícia Civil, um boletim foi registrado pela Equatorial Piauí após funcionários desconfiarem que havia fraude no medidor de energia. O caso foi descoberto durante uma inspeção da perícia da Polícia Civil. Francisco possuía 18 freezers no restaurante e pagava uma conta de energia de apenas R$ 1.200,00. A estimativa de consumo nesse caso é de aproximadamente R$ 7 mil por mês.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES