Lula critica taxa de juros e não descarta disputar reeleição em 2026

''O Brasil precisa voltar a crescer. Não existe nenhuma razão para a taxa de juros estar em 13,75%.“, afirmou o presidente

Lula | Marcelo Camargo / Agência Brasil
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) criticou a decisão do Copom de manter a taxa de juros a 13,75% pela quinta vez seguida. 

A declaração foi feita ao jornalista Kennedy Alencar, no programa "É Notícia", da RedeTV! nesta quinta-feira (2).

Presidente Lula Foto: Marcelo Camargo-Agência Brasil 


''O Brasil precisa voltar a crescer. Não existe nenhuma razão para a taxa de juros estar em 13,75%.", afirmou o petista.

Segundo Lula, o Brasil não está em uma situação em que "muitas pessoas estão comprando em excesso", o que faria o Banco Central agir para aumentar os juros (ou mantê-los altos) e, consequentemente, esfriar a economia.

O presidente também afirmou que irá cobrar o Banco Central e chamou a independência da instituição de "bobagem".

Lula argumenta que tinha uma boa relação com Henrique Meirelles, presidente do BC nos seus dois mandatos anteriores, que "teve toda a autonomia para fazer a política monetária que ele quis fazer". 

''O que acontece é que a gente conversava. Esse país está dando certo? Esse país está crescendo? O povo está melhorando de vida? Não. Então, eu quero saber de que serviu a independência. Eu vou esperar esse cidadão [Roberto Campos Neto, presidente do BC] terminar o mandato dele para a gente fazer uma avaliação do que significou o Banco Central independente.", acrescetou.

Reeleição

Ainda nao entrevista, Lula disse que pode disputar a reeleição para a Presidência da República em 2026. 

''Se chegar no momento, sabe, e estiver uma situação delicada e eu estiver com saúde...porque também só posso ser candidato se eu estiver com saúde perfeita, sabe? Mas saúde perfeita com oitenta e pouco, 81 de idade, energia de 40 e tesão de 30. Pronto, aí eu posso [ser candidato].".

Bolsonaro

Lula disse que o ex-presidente Jair Bolsonaro preparou e teve participação nos atos golpistas de 8 de janeiro.

''Esse cidadão preparou um golpe. Hoje eu tenho consciência, vou dizer aqui em alto e bom som: esse cidadão preparou um golpe. Eles queriam fazer aquela bagunça no dia 1º de janeiro, mas perceberam que não dava porque tinha muita polícia e muita gente na rua.", afirmou.

Questionado se Bolsonaro deve ser punido por diferentes atitudes ao longo do governo, Lula afirmou que sim. 

''Não sei se a pena dele [se] vai ficar inelegível ou não, mas ele cometeu crime, na minha opinião, e ele tem que ser julgado em algum momento por genocídio contra a população, vítimas da covid e pelo que aconteceu com os yanomamis."

Leia Mais


Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES