Dilma destina R$ 5,75 bilhões dos Brics para reconstrução do RS após enchentes

Com a liberação desses recursos, espera-se um impulso significativo na reconstrução das áreas afetadas e na revitalização da infraestrutura do Rio Grande do Sul

Avalie a matéria:
Rua devastada após as enchentes o ES (à esquerda) e Dilma Rousseff (à direita) | Montagem/MeioNews
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

A presidente do Banco do Brics, Dilma Rousseff, anunciou nesta terça-feira (14) uma importante iniciativa para auxiliar o Rio Grande do Sul em meio às devastadoras enchentes que assolam o estado. O Novo Banco de Desenvolvimento (NDB) liberará US$ 1,115 bilhão, aproximadamente R$ 5,750 bilhões, para a reconstrução da infraestrutura urbana e rural nas áreas afetadas desde o final de abril. A medida visa contribuir para a retomada da vida gaúcha, conforme afirmou Dilma em uma rede social.

PARCERIA COM OS BANCOS: Os recursos serão disponibilizados em parceria com instituições financeiras brasileiras, incluindo o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), o Banco do Brasil e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), além de uma parcela a ser direcionada diretamente pelo NDB. O BNDES destinará US$ 500 milhões, dos quais US$ 250 milhões serão para pequenas e médias empresas e os demais US$ 250 milhões para obras de proteção ambiental.

INVESTIMENTO EM DIFERENTES SETORES: Já o Banco do Brasil receberá US$ 100 milhões para investimento em infraestrutura agrícola, projetos de armazenagem e logística. No contrato com o BRDE, serão direcionados US$ 20 milhões para iniciativas de mobilidade urbana e recursos hídricos no âmbito do contrato BRDE 1. Outros US$ 295 milhões estão em fase de análise e liberação no contrato BRDE 2, destacando o compromisso conjunto com a recuperação do estado.

RECONSTRUÇÃO DO RS: Essa ação solidária do NDB demonstra a importância do apoio internacional na superação de crises locais e reforça a cooperação entre países membros do Brics+ em momentos de necessidade. Com a liberação desses recursos, espera-se um impulso significativo na reconstrução das áreas afetadas e na revitalização da infraestrutura do Rio Grande do Sul, oferecendo esperança e perspectiva para os cidadãos gaúchos em meio a tempos difíceis.

Tragédia no RS - Foto: Reprodução

Para mais informações, acesse meionews.com

Leia Mais


Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES