VÍDEO! Neto de Lula desafia: “Prove que meu avô roubou algum centavo”

Ele sugeriu ligar para Sergio Moro e Deltan Dallagnol para questionar sobre as provas, ressaltando que nem mesmo no processo que levou à prisão de Lula foram apresentadas evidências convincentes.

Lula e o neto, Thiago Trindade | Reprodução
FACEBOOK WHATSAPP TWITTER TELEGRAM MESSENGER

O neto do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Thiago Trindade, desafiou os opositores a apresentarem provas de que seu avô tenha cometido atos ilícitos. Em um vídeo divulgado em suas redes sociais, Thiago defendeu veementemente o petista, refutando as acusações  de corrupção que são direcionadas a ele, especialmente por parte de aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL).

"Faz pelo menos uns 40 anos que falam que meu avô é o maior ladrão da história do Brasil. Mas ninguém, nunca, em nenhum momento, apresentou uma única prova que ele tenha roubado um único centavo. Nem no Brasil, nem fora do Brasil. Eu quero desafiar todo mundo, todo mundo que fala todos os dias e repete todos os dias que o meu avô é um ladrão. Eu queria desafiar essas pessoas, inclusive não só essas pessoas, todos os brasileiros e, sinceramente, absolutamente todo mundo. O mundo inteiro tem o desafio de procurar encontrar e denunciar e mostrar uma única prova de que meu avô roubou algum centavo na história de vida dele", declarou Thiago.

Leia Mais

No vídeo, ele também mencionou o processo da Operação Lava-Jato, ressaltando que o ex-procurador Deltan Dallagnol admitiu em mensagens vazadas que não havia certeza sobre as provas contra Lula, cujo julgamento resultou em sua prisão.

Thiago desafiou aqueles que o acusam a apresentarem as supostas provas contra seu avô, ironizando a falta de fundamentos sólidos nas acusações. Ele sugeriu ligar para Sergio Moro e Deltan Dallagnol para questionar sobre as provas, ressaltando que nem mesmo no processo que levou à prisão de Lula foram apresentadas evidências convincentes.

O neto de Lula também abordou a questão da anulação das condenações do presidente pelo Supremo Tribunal Federal, destacando que tais decisões foram fundamentadas na parcialidade de Sergio Moro e em questões técnicas relacionadas à jurisdição dos casos.

Por fim, Thiago provocou aqueles que insistem nas acusações, sugerindo que apresentem as provas e se tornem "heróis nacionais da direita", em um tom sarcástico.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Tópicos
SEÇÕES