Mãe de Djidja Cardoso acreditava que filha iria ressuscitar em 4 dias

Na última quinta-feira (30), a Polícia Civil do Amazonas prendeu a mãe, o irmão e uma funcionária de Djidja Cardoso

Avalie a matéria:
Cleusimar Cardoso e DjiDja Cardoso | Reprodução

Um áudio atribuído a Cleusimar Cardoso, mãe da ex-Sinhazinha do Boi Garantido DjiDja Cardoso, circula nas redes sociais e revela uma suposta conversa entre ela e sua irmã, Cleomar Cardoso. Na gravação, Cleusimar menciona que 'levaram a filha para ser aberta', referindo-se à autópsia da jovem.

"Ô Cleomar, eu não vou ser a próxima coisíssima nenhuma, entendeu? O corpo não morre. Só não teriam que levar minha filha pra abrirem ela. Mas não importa. Abriram a Fátima cheia de tumor e ela tá contando testemunho aí pra todo mundo lá em Parintins, entendeu? Quando não é a hora, não morre. E a DjiDja vai voltar, sim, basta orar", diz Cleusimar no áudio.

Na mesma conversa, Cleusimar detalha os últimos momentos da filha e expressa a esperança de que ela ressuscite. 

"Quando passarem os efeitos dos psicodélicos que ela tomou, porque eu não sei o que ela fez no quarto sozinha, sei lá, eu não dormia com ela. O Bruno (ex-namorado de DjiDja) estava aqui justamente pra tirar ela disso, porque ela estava tentando parar, a gente tava tentando limpar ela, entendeu? Diminuir... Mas eu não sei o que aconteceu... Ela caiu, parece, lá do lado da cama. Quando ele me chamou, ela já estava sem respirar, ao lado da cama, ele estava dormindo, não sei o que aconteceu, só sei que tinha lá do lado uma xícara quebrada", relata Cleusimar.

Leia Mais

Prisão de familiares e funcionários

Na última quinta-feira (30), a Polícia Civil do Amazonas prendeu a mãe, o irmão e uma funcionária de Djidja, encontrada morta na terça-feira (28). Cleusimar Cardoso Rodrigues, Ademar Farias Cardoso Neto (irmão), e Verônica da Costa Seixas (gerente do salão) foram detidos em cumprimento a mandados de prisão preventiva expedidos pela Justiça do Amazonas. Outros dois funcionários do salão de beleza da família, Marlisson Vasconcelos Dantas e Claudiele Santos da Silva, também tiveram mandados de prisão expedidos.

Os mandados são por tráfico de drogas, associação para o tráfico e, no caso de Ademar Farias, estupro. A polícia interceptou Cleusimar, Ademar e Verônica tentando fugir em um carro na tarde de quinta-feira. Com eles, foi encontrada uma mochila contendo drogas, incluindo Cetamina. As autoridades também realizaram buscas em imóveis da família.

Comentários nas redes sociais

Após a morte de Djidja, surgiram comentários nas redes sociais indicando que a mãe, o irmão e funcionários do salão frequentemente usavam drogas na casa onde Djidja foi encontrada morta. A ex-Sinhazinha havia compartilhado em suas redes sociais que lutava contra a depressão nos últimos meses.

Fundador de seita

Ademar Cardoso Neto, irmão de Djidja, tinha um histórico de uso de drogas ilícitas e esteroides anabolizantes. Após um período em Londres, ele retornou ao Brasil, transformando-se fisicamente e se interessando por teorias sobre outras dimensões, física quântica e vida extraterrestre. Essas ideias culminaram na fundação da seita Pai Mãe Vida, difundida por ele, sua mãe Cleusimar e sua irmã.



Participe de nossa comunidade no WhatsApp, clicando nesse link

Entre em nosso canal do Telegram, clique neste link

Baixe nosso app no Android, clique neste link

Baixe nosso app no Iphone, clique neste link


Veja Também
Tópicos
SEÇÕES